Onde comprar Glossier no Brasil?: a pergunta que mais respondo no Insta!
Eleitos

Onde comprar Glossier no Brasil?: a pergunta que mais respondo no Insta!

por Vânia Goy

Lançada há aproximadamente três anos, a Glossier foi criada por Emily Weiss, fundadora do Into The Gloss, um dos sites mais legais que só trata de beleza e passa longe dos tutoriais repetitivos em vídeo.

Fiquei encantada com a comunicação, as mensagens e imagens. Tudo bem jovem, mas zero caricato. Tem uma pegada fashion, mas com uma cara de vida real que eu curto. Fora que a Emily é super inspiradora, cheia de estilo e low-profile, na medida do possível.

A operação, concentrada nos EUA, só rolava via e-commerce até o início desse ano. Por isso demorei tanto para comprar os produtos. Agora eles contam com um showroom em Nova York, na Lafayette St., e, pelo jeito, a operação anda a todo vapor: o delivery começou a rolar pro Canadá, uma pop-up acabou de ser inaugurada na Colette, em Paris, e já já Londres entra no mapa.

Bom, fiz essa introdução institucionalzona para responder a pergunta que mais recebo no inbox do Instagram: onde compro Glossier no Brasil? Infelizmente ainda não rola…

Mas, se você tem uma viagem marcada ou uma amiga fofinha que topa fazer compras para você, recomendo fortemente que experimente. Quem acompanha no meu Stories no Instagram sabe que eu uso vários dos produtos quase que diariamente e, sim, eles são muito bons.

Então vamos para uma lista de críticas/compras, na ordem do que eu mais curto:

. Stretch Concealer (US$ 18)
Corretivo com ótima cobertura e luminosidade. Gosto porque posso sair sem base, corrigir olheiras e alguns pontos vermelhos sem ficar com aquela diferença de textura opaca (maquiagem) / luminosa (sem maquiagem). Já misturei com o hidratante e usei no rosto todo, de tão bom e “elástico” que ele é.

. Invisible Shield FPS 35 (US$ 34)
Filtro solar é das coisas que mais gosto de testar. E esse parece um sérum transparente, o que significa que não deixa resíduos brancos ou aquela textura grudenta. E o cheiro de FPS é discreto, o aroma é de laranja. Recomendo fortemente para meninas negras!

. Priming Moisturizer (US$ 22)
Esse primer é exatamente um primer. Não parece em nada com as versões siliconadas e com efeito opaco que camuflam poros. Ao contrário, esse hidratante deixa o rosto luminoso e é o par perfeito para toda base de alta cobertura que acaba muito seca ou com aquela de maquiagem exagerada.

. Haloscope (US$ 22)
Oiluminador é o mix perfeito do que eu sempre fiz em casa: combinar um bastão cintilante com umas gotinhas de gloss. O centro do bastão tem um óleo sólido que garante o efeito molhado amo. E, se você curte ficar bronzeada, compre o Topaz, mais dourado.

. Cream Blush Cloud Paint (US$ 18)
Uso muito blush cremoso, porque ele á aquela corzinha que vem de dentro e que não parece que estou usando maquiagem. Tenho o Beam, um tom de pêssego lindo e fresco. Super pigmentado, me deixa fazer várias camadas até chegar na vibração perfeita. Fora que essas embalagens minimalistas e com cara de tinta são de matar de tão lindinha.

. Milky Jelly Cleanser (US$ 18)
Tenho muita preguiça de tirar a maquiagem. Sempre esqueço de fazer o ritual demaquilante + algodão e quando vejo já estou debaixo do chuveiro, lembrando que esqueci dessa etapa. Então tenho deixado o Milky Jelly no banho. Ele é um gel refrescante, sem cheiro e muito gentil com a pele. Massagem dois pumps no rosto todo, se estou com um make mais intenso nos olhos repito a operação e depois lavo com sabonete. As toalhas ficam 100% brancas, juro.

. Mascara Boy Brow (US$ 16)
É a melhor máscara de sobrancelhas que já usei. Ela tem fibras finíssimas que engrossam sutilmente os pelos, a cor dá uma escurecida, mas não mancha a pele. O resultado é muito natural.

. Batom Generation G (US$ 18)
Esse é um batom mate, mas não é nada do que você está pensando. Parece mais uma cera opaca. O que significa que ele nunca seca, mantém a boca hidratada e tem uma certa transparência. Passo ele muitas vezes para ficar com a cor vibrante. E o resultado é lindo: fica difuso, meio embaçado, como se você tivesse esfumado os lábios, tomado um sorvete de frutas vermelhas ou beijado na boca. Tenho  cor Crush!

. Balm Dot Com (US$ 12)
Básico do básico: balm para lábios rachados, com “sabores”deliciosos e fórmula multifuncional, que pode ser usada na pele também. Uso o Cherry como blush às vezes. E me faz lembrar de quando eu era criança e usava aqueles balas Color Trend, da Avon, com gostinho de coco, cereja, menta…

. Tinted Moisturizer (US$ 26)
Polêmico: recomendo que você compre testando na loja, sem nenhuma maquiagem no rosto. Amo porque é muito fluído e leve, o que pode ser um problema para muita gente, porque não tem nenhuma cobertura. Neutraliza que tenho de vermelho/rosado no rosto e deixa a pele tão brilhante e viçosa que parece que saí da piscina em um dia de verão. Me lembra muito a Face and Body, base da M.A.C, mas ainda mais transparente.

Posts Relacionados