Guia básico de alimentação ayurvédica para encontrar o equilíbrio
Eleitos

Guia básico de alimentação ayurvédica para encontrar o equilíbrio

por Vânia Goy

Adoro livros de receitas! Mas gosto dos fáceis, pra amadores que querem otimizar o tempo na cozinha. Também adoro culinária oriental e adoro ler sobre a filosofia e ayurvédica, nascida na Índia há mais de 5 mil anos. Se você é também um entusiasta do assunto vai curtir o livro Nutrindo seus Sentidos: Receitas Ayurvédicas para Encontrar o Equilíbrio  (Bicicleta Amarela/Rocco, R$ 30), da terapeuta ayurvédica Laura Pires.

Primeiro porque a história da Laura já é impressionante. Ela foi diagnosticada com esclerose múltipla aos 23 anos, depois de uma dolorosa saga tentando entender os sintomas em oftalmologistas, neurologistas, fazendo mil exames e tomando remédios paliativos. No meio do caminho encontrou a medicina ayurvédica e partiu para a Índia em busca de um tratamento alternativo ao convencional. Os sintomas melhoraram e ela ficou cerca de três anos em tratamento, já de volta ao Brasil. Nesse período descobriu que essa era também a sua vocação e passou a se dedicar integralmente ao assunto.

Nas páginas do seu novo livro você vai saber um pouquinho sobre a filosofia ayurvédica e ter uma ideia dos doshas, “perfis” em que nos enquadramos a partir do nosso tipo físico, temperamento, metabolismo. Eles determinam uma série de escolhas, inclusive alimentares, que te ajudam a espantar a fadiga, ter mais energia e manter a imunidade nas alturas.

Além da teoria, Laura dá receitas deliciosas, indica quem pode comer o que e ainda quais são as boas combinações pro dia a dia e, inclusive, para você montar uma marmitinha equilibrada e saudável. As páginas trazem receitas terapêuticas como o Manda (arroz cozido, ghee e especiarias) e o Kichadi (arroz, leguminosas, vegetais e especiarias), ótimos para equilibrar a digestão, e outras quase convencionais, como arroz, feijão, mingaus e shakes, que a gente já está acostumado a comer, só que com segredinhos indianos.

Você ainda vai aprender a incorporar hábitos simples para deixar o seu dosha (o meu é vata!) em equilíbrio. Por exemplo: acordar com a língua branca pode ser reflexo de má digestão e pede um copo de água morna com gotas de limão pela manhã. Outra que acho muito boa é a Panceia Digestiva, uma preparação boa para fases que você anda sem apetite, com a digestão lenta ou acha que vai ficar resfriado:

Ingredientes:
1 colher de sopa de gengibre
½ limão espremido
1 pitada de sal
1 colher de chá de açúcar mascavo

Preparo
Esprema o gengibre em um paninho para que saia bem o sumo. Misture com o limão, o sal e o açúcar e beba em seguida. Consuma 1 vez ao dia, cerca de 20 minutos antes das refeições. Lembre-se, ele não deve ser ingerido de forma permanente, é só uma ajuda para estimular o seu organismo a reagir!

Posts Relacionados