Na lista de desejos: perfumes em bastão e em pó + a colab de Frederic Malle e Alber Elbaz
Eleitos

Na lista de desejos: perfumes em bastão e em pó + a colab de Frederic Malle e Alber Elbaz

por Vânia Goy

Não, eu não sei se eles são cheirosos, gostosos ou duráveis. Mas é fazendo listas de desejos que eu descubro coisas únicas quando viajo. A mais recente envolve três fragrâncias nada usuais. Você está procurando um perfume novo? Então coloque essas três lojas e suas novidades no roteiro:

Superstitious, Frederic Malle
Eu sou completamente fascinada pelo Frederic Malle, o 1Nariz até já falou dele aqui. O perfumista tem uma dessas marcas cult e luxuosas, com fragrâncias feitas pelos maiores experts do planeta, com as melhores matérias-primas do planeta e associados as marcas mais legais do planeta (aka Dries Van Notten). Além de lindas, as lojas de Malle sempre têm vendedores admiráveis e pacientes, que me ajudam a fazer uma viagem sensorial em busca da fragrância perfeita. Saio de lá com 2 ou 3 amostras, testo ao longo de semanas, acho completamente geniais, mas ainda não encontrei o meu cheiro. Quem sabe a mais nova criação da marca não caia como uma luva sobre a minha pele? Já namoro de longe a colaboração com o estilista Albert Elbaz, famoso pelos vestidos poderosos, femininos e delicados. Segundo Malle, o Superticious (desenvolvido pelo mestre Dominique Ropion) mistura notas florais e aldeídos. Ou seja: o cheiro de rosas turcas, jasmim egípcio com algo metálico, quase químico. No fundo ainda tem um toque de pêssego, vetiver e incenso. OU SEJA, deve ser o perfume mais chique e feminino que existe. Socorro, quero muito provar.

Blanche Kabuki, Byredo
Já devo ter escrito isso aqui mil vezes, mas vou dizer de novo: sou dessas pessoas que usa só um perfume todos os dias durante aaaaanos. Testo novidades, tenho variações para dias de ressaca e eventos noturnos, mas sou absolutamente fiel a um só cheiro 95% do tempo. E, depois de cinco anos, meu coração anda balançando por um novo aroma, e ele é Byredo. Essa é uma marca jovem, criada em 2008 pelo sueco Ben Gorham. Testei o Blanch durante algumas semana e achei delicioso, transparente e quase hospitalar, com um coração feminino e um fundo sofisticado, com cheiro de musk. E agora ele acaba de ganhar uma versão em pó que mora em um pincel! Esse e outros três clássicos da marca serão vendidos na versão Kabuki a partir do dia 15 de maio. Só penso na delícia que é retocar o perfume no meio da tarde com uma pincelada!

Perfumes em bastão Derek Lam 10 Crosby
Derek Lam, estilista americano, resolveu lançar parte da sua linha de fragrâncias, a 10 Crosby, em bastão, o que acho muito desafiador. Em geral, a base em cera dificulta aquela sensação progressiva da chegada das notas de saída, coração e fundo porque não tem álcool. Mas a imprensa anda celebrando tanto essa fórmula que tô louca para sentir de perto. Fora que essas embalagens minimalistas são de palpitar o coração!

Posts Relacionados