Como combinar fragrâncias? Dênis Pagani fez uma visitinha à Jo Malone
Refúgio

Como combinar fragrâncias? Dênis Pagani fez uma visitinha à Jo Malone

por Vânia Goy

Num mundo em que o objetivo é acumular hits, views, seguidores e likes, mostrando em foto e vídeo a versão em alto contraste e ligeiramente saturada de uma vida que não existe, o precioso é a intimidade, aquilo que não se mostra. Lembra o nervoso de ver o banheiro das pessoas na Caras? Aliás, muito pior, as pessoas nos seus banheiros.

Jo Malone é o território dessa intimidade. Uma marca de perfumes? Também. Mas que extrapola o sensual da pele para outros momentos de reserva: sabonetes luxuosos, óleos de banho espumantes, hidratantes em texturas diferentes — tudo aquilo que se usa sozinho, tocando a pele. Para reforçar, você pode conhecer isso numa massagem nas mãos e braços.

Também é a hora de ver em ação a combinação de fragrâncias que a marca propõe. Seja perfume com perfume, creme com perfume ou qualquer outra combinação, as fragrâncias são pensadas para ser usadas em conjunto.

Fui guiado pelas mãos quentinhas da Andreia, na loja do Shopping Iguatemi, em São Paulo. Discutimos como a marca tem identidade entre os perfumes (todos luminosos e legíveis, mesmo quando são mais intensos), me explicou que os perfumes para combinar podem ser aplicados um sobre o outro, lado a lado, um na frente e outro na parte de trás do corpo, para causar impressões diferentes. Perfume é para ser o que você quiser fazer dele, sem muita regra. Alerta de elogio público: fazia tempo que não via alguém tão segura e com tanto conhecimento trabalhando em venda. Então fui conhecer os perfumes e tomar decisões: que fragrâncias combinar na minha massagem?

Estou vendo meu gosto mudar com o tempo. Do esquisito e avant-garde, parangolés em spray, túnicas pretas enigmáticas, passar para perfumes cremosos, leitosos, pacíficos, com cheiro de colo e de conforto. Comida de alma feita perfume. Encontrei essa vontade no Mimosa e Cardamom — é untuoso, envolvente sem sufocar, tem cheiro da cor branca, de amêndoas e do couro mais delicado. Entrou no final, como perfume, para aparecer mais. Escolhi Basil e Neroli como contraponto fresco, uma ideia mais moderna de colônia clássica, que entrou como sabonete e creme, para ficar mais distante.

Num canto mais reservado, me preparo. Mangas arregaçadas, recebo toalha quente, tenho os braços e mãos lavados com sabonete, massageados com creme. No final meus punhos automaticamente visitavam o nariz a cada 2 minutos.

— Esse é o gesto de quem passou pela massagem, me disse a Andreia.

O serviço é grátis, dura 20 minutos e acontece em qualquer loja da marca, sem agendamento.

Dênis Pagani é expert em perfumaria e comanda cursos, consultorias individuais e escreve ótimas resenhas no site 1Nariz

Posts Relacionados