Para respirar fundo: cheiro de lavanda
Eleitos

Para respirar fundo: cheiro de lavanda

por Vânia Goy

Primeiro passo de uma massagem no Anantara Spa, recém-inaugurado no hotel Tivoli, aqui em São Paulo: escolher um dos aromas apresentados em potinhos de cerâmica, aquele que vai conduzir a massagem. Eu não tenho dúvidas e pego o de lavanda, meu cheiro favorito.

Pode ser uma memória infantil, das colônias da minha avó que eram feitas com alfazema — o nome brasileiro da lavanda. Pra mim, lavanda tem cheiro de limpeza e conforto. E acho engraçado que essa interpretação seja tão brasileira.

Conversando com Thierry Wasser, perfumista da Guerlain, ele me disse que o cheiro é geralmente associado aos perfumes (e colônias) masculinas lá fora. Aqui não tem nada mais feminino: só consigo pensar no cheiro maternal da lavanda Johnson’s Baby, feitas para bebês (mas que um monte de gente adulta usa) ou nas oferendas para Iemanja, que reza a lenda, adora um vidrinho de água de alfazema. Até as escadarias da igreja do Senhor do Bonfim são lavadas com água de cheiro, que mistura rosas e lavanda, numa referência clara a essa associação com limpeza.

No corpo
Eu amo colônias com cheiro de lavanda para usar depois do banho. Especialmente aquele vidro sem spray, para que eu possa pegar aos montes e espalhar no corpo todo, sem medo do exagero. Na lista de favoritas estão a Eau de Leonora, 100% brasileira, vinda de Goiás, com aroma muito transparente e sofisticado que me encantou do instante que recebi; e a tradicional de Roger & Gallet, que vende nas farmácias lá fora (a marca saiu do Brasil. Tristeza!) e tem um fundo mais amadeirado. Essa última ando economizando até a última gota porque foi descontinuada (tristeza 2).

No banho
A linha de banho da francesa L’Occitane é um clássico — tem coisa mais provençal do que lavanda? Quando consigo tomar um banho de banheira uso a espuma de banho, que deixa a casa toda perfumada. No dia a dia, adoro os sabonetes em barra. Eles são bem rústicos, emolientes, ricos em óleo essencial e com plantinhas no meio da massa. Também mantenho um par de xampu e condicionador da Granado no chuveiro. Acho especialmente bom para quando o meu cabelo está muito oleoso ou chego do trabalho muito agitada.

Em casa
Essa é, aliás, uma outra propriedade famosa da lavanda. O seu óleo essencial é um dos mais famosos na aromaterapia pelas propriedades relaxantes, calmantes e antibactericidas. Eu tenho tudo quanto é coisa de lavanda para os ambientes da casa. Sempre uso gotas do óleo essencial da Muji num difusor, para deixar a sala gostosa e borrifo algum mist, como os da americana Aura Cacia, no lençol, que fica com cheiro de roupa de cama nova e ainda me ajuda a dormir. Na mesa de trabalho tenho um spray de água termal da WNF, marca brasileira expert em óleos essenciais, que dá aquela revigorada na maquiagem e uma relaxada no ambiente.

Indo mais fundo
Mantenho um vidrinho da WNF de puro óleo essencial sempre a postos: pingo uma gotinha em picadas de pernilongo, cortes e machucados ou faço misturas terapêuticas, para me ajudar a ser menos ansiosa e tirar a dor. Duas das minhas receitas favoritas de óleos para massagem tirei do livro Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais – Terapias de Saúde de Beleza. Depois de misturar os ingredientes espalho nos ombros ou na barriga e massageio com as mãos. Às vezes até ponho uma toalha quente nas costas ou no ventre para ajudar a relaxar. Aproveite e coloque as mãos em torno do nariz, para inspirar bem fundo seus aromas.

Cólica Menstrual
10 ml de óleo de semente de uvas
6 gotas de óleo essencial de lavanda
2 gotas de óleo essencial de camomila

Ansiedade
10 ml de óleo de semente de uvas
6 gotas de óleo essencial de lavanda
2 gotas de óleo essencial de laranja doce

Posts Relacionados